Publicações
Funcionamento da prova de títulos e seus critérios de pontuação
Autor: Adelaide Rezende
Data: 1/8/2013 00:00:00

 Boa parte dos concursos públicos de nível superior são compostos de duas etapas. Primeiro, a prova de conhecimentos e, em seguida, a prova de títulos. Esta consiste no envio de documentos comprobatórios de experiência profissional ou realização de cursos, como uma pós-graduação. Segundo a diretora da Strix Educação, Adelaide Rogério de Rezende, a diferença de um candidato para outro é muito pequena e um curso de pós-graduação pode proporcionar o ganho de até 10 posições. Em entrevista ao repórter Aguirre Peixoto, ela explica o funcionamento da prova de títulos e seus critérios de pontuação. 

A Tarde On Line - Quanto chega a valer a prova de títulos no total de pontos da avaliação? 
Adelaide Rogério de Rezende - Cada concurso tem seus critérios e dá os valores a seus títulos em função do objetivo do concurso. A partir da valoração que se dá à prova de títulos, poderá chegar, em um caso extremo, a até 50% do total de pontos do concurso. No entanto, em geral o valor dos títulos está entre 20 a 30%. 
AT - Os títulos de pós-graduação valem mais pontos do que os de experiência profissional? 
ARR - Dentro desse percentual de 20 a 30%, se atribuem valores específicos a cada tipo de título. Em algumas situações, uma pós-graduação pode valer mais do que a experiência profissional, como por exemplo para a área de docência. Ainda nesse caso, um mestrado ou um doutorado valeriam mais do que uma especialização, que por sua vez tem um peso maior para cargos técnicos. 
AT - Se o candidato possuir uma pós-graduação em uma área totalmente diferente daquele em que ele irá atuar caso passe no concurso, esse título também conta pontos? 
ARR - Se o edital não fizer restrições, uma pós-graduação em qualquer área pode contar pontos, mas normalmente se estabelece que os títulos apresentados tenham relação ao cargo pretendido. É interessante observar que tem candidato que manda todo título de que dispõe e às vezes não ganha nenhum ponto na avaliação. 
AT - Os pontos de apenas um curso de pós-graduação irão fazer diferença no resultado? 
ARR - Esses pontos fazem uma diferença significativa, podendo ser determinante na classificação. De um modo geral, os candidatos têm um nível equivalente e, por isso, um ano a mais de experiência de trabalho ou um curso de pós-graduação podem dar a classificação. Isso é capaz de proporcionar um ganho de até 10 posições na classificação geral.